Instruções sobre como preparar e/ou armazenar Psilocybe cubensis

A fim de tornar possível a qualquer pessoa passar por uma experiência com cogumelos semelhante às que registro por aqui, arrolarei a seguir procedimentos de preparo dos mesmos para consumo imediato, e também de conservação e armazenamento, para consumo num longo prazo. As orientações aqui apresentadas referem-se única e exclusivamente ao cogumelo da espécie Psilocybe cubensis. Fungos do gênero Panaeolus, e Amanita, por exemplo, devem receber cuidados diferentes. Atente-se a este fato. Com base em minhas experiências particulares, declaro que os métodos abaixo são eficientes, e totalmente seguros, desde que, claro, sejam observados cuidados especiais com relação às condições psíquicas-psicológicas, e fisiológicas, de quem pretende ingerir os cogumelos, assim como suas pré-disposições mais íntimas, suas motivações, objetivos, e expectativas pessoais. Não me responsabilizo pela não-observância a algum ou a nenhum destes fatores. Seja responsável por si e consciente de o que está fazendo.

LIMPEZA, DESIDRATAÇÃO, E ARMAZENAMENTO:

  1. Uma vez coletados os cogumelos, leve-os para casa em algum recipiente ou saco. A fim de se remover terra e outros detritos, lave-os delicadamente sob um fio fraco de água da torneira. Não os esmague ou quebre.
  2. Depois de limpos, deixe-os secar em qualquer lugar por um pouco de tempo, apenas para que não estejam mais encharcados.
  3. Coloque-os dentro de uma touca cirúrgica/culinária, ou em algum tipo de rede e/ou material pelo qual seja possível a passagem de ar. Pendure-os num ventilador, bem rente às pás, e ligue o ventilador em velocidade máxima.
  4. Aguarde por cerca de 12 horas (ou mais, se a quantidade de cogumelos for muito grande). Você deve virar o conteúdo a cada 4 horas, para que todas as peças se sequem por igual.
  5. Retire os cogumelos da touca/rede e coloque-os em um recipiente com tampa, preferencialmente de vidro. É necessário que junto a eles você arranje 3 ou 4 sachês de gel de sílica, ou qualquer outro dessecante (é possível encontrá-los em supermercados).
  6. Reserve o recipiente em local seco, e, se possível, escuro.
  7. O tempo de desidratação completa dos cogumelos dependerá da quantidade dos mesmos e da quantidade e poder de ação dos dessecantes que estiverem junto a eles. Em cerca de 5 dias eles estarão definitivamente secos, podendo permanecer, sua substância, ativa por anos, desde que, claro, os cogumelos continuem em contato com os dessecantes, e protegidos da luz e de umidade.
  8. Os dessecantes, se forem envelopes de gel de sílica, devem ser substituídos com o passar do tempo. Observe se os grânulos que ficam dentro dos sachês estão do mesmo tamanho de quando você os adquiriu. Se o sachê estiver estufado é hora de trocá-lo por outro. Observe como se expiram outros materiais e não deixe de cuidar deste detalhe.
  • Realizados estes passos, os cogumelos deverão estar crocantes e muito mais leves que antes, pois perderam toda sua água. A isto dá-se o nome de “cracker-dry”, que é um nível de desidratação ideal à conservação do princípio ativo dos cogumelos por bastante tempo. Você pode mantê-los inteiros dentro do recipiente ou moê-los e encapsulá-los, desde que as cápsulas sejam mantidas em contato com os dessecantes.

CONSUMO IMEDIATO:

A) – O CHÁ

ATENÇÃO: Antes de prosseguir com as etapas abaixo, consulte, ao fim de todas estas instruções, o tópico “Dosagens” para saber qual é a quantidade – em gramas – de cogumelos a ser utilizada no preparo do chá. As dosagens são sugeridas por porções individuais. Prepare o chá acrescentando quantas porções individuais forem necessárias, ou seja, para quantas pessoas forem necessárias. Cada porção de 10 gramas de cogumelos frescos deve ser acompanhada de um copo americano de água.

  1. Observado o primeiro – e apenas o primeiro – item do tópico anterior (Limpeza, desidratação, e armazenamento), separe dentre os cogumelos ainda frescos a quantidade que lhe melhor lhe convier (mais uma vez, obedecendo às proporções de dosagens descritas no tópico “Dosagens” a seguir), e despedace-os com as mãos dentro de um canecão, panela, ou bule, com água. Tanto estipe quanto chapéu devem ser consumidos. Não há necessidade de se descartar nada.
  2. A mistura deve ser aquecida em fogo mais baixo possível. NÃO a ferva, apenas a aqueça até que algumas bolhas pequeninas se insinuem por entre as paredes do recipiente e a água quente. A psilocibina pode degradar-se em altas temperaturas. Se preferir, acrescente açúcar, mel, canela, e/ou alguma fruta cítrica.
  3. A mistura deve ser distribuída igualmente, sem os cogumelos, em quantos copos forem necessários. Atente à proporção do chá (que é a de um copo americano para cada porção de 10 gramas de cogumelos frescos) a fim de que todos os envolvidos na experiência a apreciem igualmente.
  4. Aguarde o chá esfriar e o beba em seguida. Se preferir, divida sua dose em duas ou mais, e aguarde por cerca de 1 hora entre cada dose e outra, ou pelo quanto você julgar mais conveniente. Caso você queira reservar o chá, deixe-o em uma garrafa com tampa na geladeira, mas não por mais que 15 dias, e esteja consciente de que a potência do chá pode diminuir com o passar do tempo.

B) – FORMAS ALTERNATIVAS DE INGESTÃO

Assim como se faz com cogumelos comestíveis tradicionais, como o champignon, o shitake, o shimeji, etc., os cubensis podem ser ingeridos de diversas outras maneiras. É necessário, apenas, que se observe cuidados com a temperatura de um eventual cozimento a que você os submeter, pois, conforme já disse, a psilocibina pode degradar-se em altas temperaturas (100º Celsius ou mais). Listo abaixo algumas boas ideias:

  1. Suco de laranja natural, batido com gelo, açúcar e cogumelos frescos.
  2. Suco de limão natural, batido com gelo, açúcar, gengibre, abacaxi, e cogumelos frescos.
  3. Suco de melancia, batido com gelo, açúcar, mamão, cenoura e cogumelos frescos
  4. Cogumelos desidratados e amendoim japonês.
  5. Cogumelos desidratados e armazenados em cápsulas.
  6. Cogumelos desidratados, esfarelados, e polvilhados sobre uma salada leve ou fruta.

ATENÇÃO: Não misture cogumelos psicoativos a bebidas alcoólicas e/ou a outras drogas.

DOSAGENS

Este tópico, na realidade, é o mais importante dentre todos os procedimentos listados anteriormente. Psilocybe cubensis são cogumelos psicoativos e, como qualquer outra substância, não devem ser ingeridos em excesso. É isto uma questão de segurança psíquica, psicológica e também fisiológica. Considere este fato e não consuma mais do que o necessário. A responsabilidade é totalmente sua.

ATENÇÃO: As quantidades sugeridas abaixo, bem como sua potência, referem-se a uma única experiência individual.

A) – PARA COGUMELOS FRESCOS

  • 10 gramas equivalem a uma experiência leve.
  • 20 gramas equivalem a uma experiência moderada.
  • 30 gramas equivalem a uma experiência forte.
  • 40 gramas ou mais só devem ser ingeridas por usuários experientes e preparados.

B) – PARA COGUMELOS DESIDRATADOS

  • 1 grama equivale a uma experiência leve.
  • 2 gramas equivalem a uma experiência moderada.
  • 3 gramas equivalem a uma experiência forte.
  • 4 gramas ou mais só devem ser ingeridas por usuários experientes e preparados.

Tenha certeza de estar ingerindo a quantidade correta – em gramas – de cogumelos. Por segurança, opte por pesá-los utilizando-se de uma balança de precisão, e não cometa o erro de intuir que 30 gramas de cogumelos equivale a o que você imagina que é a partir de seus próprios critérios, ou a partir de comparações grosseiras. Qualquer erro mínimo de cálculo pode significar uma enorme diferença para sua mente durante uma experiência. Não vá para um pasto, num belo dia, para arrancar cogumelos do esterco e os comer sem pensar. Todos estes procedimentos, aliás, valem tanto para cogumelos selvagens quanto para cogumelos cultivados indoor, seja qual for a raça / strain. Oriente-se detalhadamente por eles e asseguro-lhe que nada de errado lhe acontecerá.

120 comentários em “Instruções sobre como preparar e/ou armazenar Psilocybe cubensis

  1. Olá! Recebi um presente incrível hoje, cubensis desidratados uns 4 inteirinhos e um tanto em pó… incrível, sempre tive curiosidade e hoje veio até mim…
    Não tenho balança… terei que adquirir uma ou seria possível calcular 2g em uma colher pequena ou algo assim? Existe como calcular sem uma balança de precisão?
    Gratidão!

    Curtir

  2. Olá, o que você acha de eu, que nunca usei, tomar 1 grama logo antes de ir dormir? Eu vou conseguir dormir ou não é recomendado?

    Curtir

    1. Você pode fazer isso, mas é provável que, antes de pegar no sono, você sinta sua mente superestimulada pelos efeitos que podem não tardar a chegar. Cogumelos não são uma substância que induz a pessoa ao sono. Antes, o que se experimenta é uma certa euforia e/ou, no máximo, alguma letargia física acompanhada de muita atividade mental. De qualquer modo, não há nenhum problema se você quer experimentar ingerir um grama e ir se deitar.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s